Como trabalhar melhor em home office

No momento em que escrevo esse texto, converso com uma amiga sobre como há exatos 15 dias eu estava em um museu lotaaaaaaaaaaaaado de gente, e a existência do corona vírus era só um eco no meio dos fatos do dia.

Na tentativa de impedir uma tragédia maior (pq a tragédia vai acontecer, não tem mais volta), hoje vivemos medidas de distanciamento social e, com isso, pessoas cujo trabalho permitiu, foram obrigadas a adotar o home office. Como essa tem sido minha realidade cotidiana desde já-não-me-lembro-mais, vou compartilhar algumas dicas aqui.

Primeiro, as habilidades comportamentais que acredito que fazem a diferença e tornam essa adaptação mais fácil. Em seguida, as práticas que adoto para ajudar na manutenção do trabalho e da casa.

Disciplina

Pra mim, toda essa questão do home office se resume a conseguir desenvolver uma única habilidade: disciplina. É ela que vai ser a base de tudo o mais acontecerá no escritório em casa: seu horário de trabalho, sua rotina de cuidados pessoais, sua alimentação, as tarefas da casa, seus compromissos pessoais… Sem disciplina é muito difícil estabelecer e manter essa estrutura rodando por muito tempo. Com resultados e sem enlouquecer, é claro.

Lado bom 👍

Aplicar a disciplina do home office para realizar projetos postergados (academia, mais vida ao ar livre, começar um hobby etc).

Lado ruim 👎

Descobrir no fim das contas que você precisa mesmo estar imersa em uma rotina fora de casa para funcionar.

Autonomia

A segunda habilidade fundamental é a autonomia. Tanto para conduzir as tarefas profissionais quanto pessoais. Do ponto de vista do trabalho, é o auge do estado de proatividade. Porque não haverá NINGUÉM por perto para vigiar seu trabalho ou dizer o que fazer. Já no campo pessoal, em tempos de quarentena, pode significar ter que assumir de uma hora pra outra todas as tarefas da manutenção básica da sua vida: ir ao supermercado e preparar suas refeições, cuidar da lavagem das roupas, fazer a limpeza da casa e zelar pela sua saúde física e mental sem academia.

Lado bom 👍

Quem desenvolve autonomia de verdade nunca mais passa perrengue na vida! Juro!

Lado ruim 👎

Até dominar as técnicas para realizar mais rápido as atividades domésticas, leva tempo.

Organização

Por fim, saber como organizar o meio de campo da dobradinha trampo x vida é a diferença entre o sucesso e o fracasso. Pra isso, é preciso uma dose de autoconhecimento: de você e do seu trabalho. Não adianta disciplina e autonomia se na hora de procurar um documento no seu espaço de home office você leva 15 minutos, tamanha bagunça e desordem. Ou se você vai ter que almoçar sanduíche pela quarta vez porque não conseguiu encaixar nas tarefas da semana a ida ao supermercado. Sem um MÍNIMO de ordem nada irá funcionar direito, casa ou job!

Lado bom 👍

O lucro da organização é um só > mais tempo!

Lado ruim 👎

Não tem! Não conheço ninguém que acha ruim ser organizado!

Segue uma listinha das ações que aplico na minha rotina diária:

Para a casa

  • Para que as demandas da casa não interrompam a jornada de trabalho, uso bastante planejamento. Em dias alternados, eu checo o que precisa ser providenciado para a casa / família nos próximos 2 dias: compromissos, compras de última hora (supermercado ou não), pratos pra descongelar, roupas para lavar. Assim eu evito surpresas e a chuva de “é urgente”.

 

  • Cozinho aos domingos as refeições principais do início da semana, que tem o preparo mais demorado. Ao longo dos dias vou complementando o cardápio com outros acompanhamentos mais rápidos ou itens frescos, como saladas.

 

  • Sempre que possível, eu congelo uma parte do que é preparado, para as emergências.

 

  • De vez em quando uso a programação da lavadora para lavar e secar no mesmo ciclo. Isso evita acumular roupas na lavanderia (caótico!).

 

  • Para facilitar a organização geral da casa e ganhar tempo, tenho adotado a tática do “cada coisa em seu lugar”. Porque a gente só guarda aquilo que sabe que tem um espaço definido. Se algo não tem lugar certo, ou eu crio um ou esse objeto está sobrando e pode ser descartado.

Para o home office

  • Uso um planner de papel, com o planejamento amplo dos meus projetos, e um planner digital, onde desmembro os planos maiores em tarefas menores, alocadas por dia / semana. Atualizo diariamente.

 

  • Coloco como primeira tarefa do dia, por volta das 7h, enviar os e-mails e mensagens do WhatsApp que preciso. Como a maioria só me responde depois das 9h – 10h, tiro essa tarefa da frente e consigo trabalhar sem interrupção por 2 horas.

 

  • Se o trabalho brotou do nada e preciso de foco extra, eu desligo o WhatsApp Web e coloco o celular longe de mim.

 

  • Pelo menos uma vez na semana junto todos os papéis soltos e organizo: anoto ideias e referências relevantes, transcrevendo informações importantes para o planner, arquivo o que for preciso e descarto todo o resto que não tenha utilidade AGORA. Sem pena.

 

  • Duas habilidades tem me ajudado a melhorar a produtividade (leia-se = usar melhor meu tempo). Assertividade para só entrar na empreitada de tarefas que tragam resultados concretos para meus projetos e flexibilidade para mudar meu planejamento semanal sempre que necessário, adequando-o para a realidade de cada momento. Sem cobrança de perfeição nem performance sobre humana.

E vocês? Me conta aqui: como têm lidado com o home office inesperado?

📸: XPS | Unsplash

No Comments

Post A Comment