Você sabe o que é kos, o estilo de vida norueguês?

Vem justamente da Noruega a última filosofia escandinava que quer cristalizar além de suas fronteiras: o kos. Com elementos do hygge dinamarquês (a exaltação da simplicidade) e do lago sueco (baseado em “evitar a pomposidade, manter os pés no chão, comemorar o que cada um contribui no lugar da imagem, preocupar-se pelas histórias pessoais e não pelos produtos”), os noruegueses unem os dois conceitos e o levam à experiência da vida compartilhada e ao ar livre.

Traduzível como “o confortável e acolhedor, passar bons momentos até criar um instante de intimidade prazerosa”, o kos se transformou em objeto de culto. Ainda que todas as filosofias escandinavas de estilo de vida tenham pontos em comum – a felicidade a partir da simplicidade, sem espalhafato, a fuga do consumismo sem sentido e do embelezamento a qualquer custo – há diferenças. Ao contrário do hygge dinamarquês, por exemplo, o kos não pode ser entendido em solidão. O conceito está relacionado à socialização, que o bom momento seja com amigos e familiares.

O Kos se origina em uma palavra que só existe como tal em norueguês: koselig, que é precisamente a sensação de bem-estar em plena natureza, nos apaixonando pela paisagem e nos sentindo em casa.

Em sua origem, o termo era entendido como sinônimo de sobrevivência, um fogo aceso e uma refeição durante esses invernos longos, frios e escuros. Em Oslo, por exemplo, a noite dura 16 horas em dezembro… e está a centenas de quilômetros ao sul das regiões mais setentrionais.

Para suecos e noruegueses, esses momentos também podem ser encontrados na comida. É tradição amigos se reunirem nas noites de sexta para compartilharem os “tacos” locais, o que é uma atividade conhecida como Taco Fredag. Ou seja, o nosso equivalente à Pizza de Sexta.

Entretanto não é preciso neve, chaminés, fiordes ou bosques para sua prática, mas sim permitir-se experimentar uma genuína comoção com o que nos cerca.

O foco do kos é a união das pessoas para criar momentos de intimidade e praticá-lo é tão simples como objetivo. Não há receitas prontas, cada um encontra essa felicidade em lugares diferentes, com ações diferentes. Dessa forma, kos é um estilo de vida menos pretensioso, o prazer diante do simples, as pequenas alegrias que fazem com que você se sinta bem.

Por que não tentar focar nos momentos que nos fazem realmente felizes?

Fonte: El País

📸: Simon Williams | Unsplash
No Comments

Post A Comment